Recados

Dae Galera, chegou ao fim essa primeira aventura do Diário de Um Lunático, mas em breve começo a postar a parte dois, estou terminando de escrever a segunda parte e já comecei a escrever a terceira parte, então que gostou da primeira parte espere mais um pouco que em pouco tempo a segunda parte começa a ser postada. Abraços Thiago Ramone.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Dia 13 de maio de 2012

Conseguimos entrar no palácio e resgatar as meninas e o Marcos, estamos procurando o Amin e o jovem bruxo, isso se eles não forem à mesma pessoa. A Fernanda disse que o Amin falou com o jovem bruxo e seus guerreiros e decidiram abandonar elas e o Marcos.

Ela não sabe para onde eles foram, mas não tem como eles terem saído, pois temos muitos guerreiros e bruxos no lado de fora do palácio. Eles só podem estar aqui dentro e temos que encontrá-los.

Procuramos por muitos lugares e paramos para decidir como dividiremos os grupos para procurá-lo, suspeitamos que eles tenham encontrado os portais e decidiram que eles mesmos iriam atravessar os portais para tentar encontrar o cajado sagrado.

Não sabemos os ricos que podemos correr de atravessar os portais, mas teremos que correr esse risco se queremos parar com isso e entregar o reino a quem não ira prejudicar as pessoas que vivem nesse mundo.

Temos que ir agora, pois a busca por eles não pode parar. Boa noite.

Leia Mais…

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Dia 12 de maio de 2012

Hoje o dia foi muito estranho, alcançamos o jovem bruxo e seu exercito, conseguimos destruir seu exercito e quando fomos até a cabana em que o jovem bruxo deveria estar não havia ninguém.

Ficamos confusos e o Ryan disse que era impossível ele ter sumido, procuramos por todo o acampamento deles e não encontramos ninguém, decidimos continuar a caminhada até o topo da montanha para ver se encontrávamos o jovem bruxo.

Andamos um pouco e encontramos o velho que era seu prisioneiro, não estava muito longe do acampamento e estava jogado no chão com as pernas e braços amarrados, o desamarramos e ele nos disse que o jovem bruxo e três guerreiros seguiram rumo ao topo da montanha com duas meninas.

Mandamos alguns guerreiros levar o velho até a cidade das nuvens e continuamos a caminhada, no meio do caminho encontramos a Fernanda e ela nos disse que o jovem bruxo havia levado a Renata para o topo da montanha, para poder entrar no reino do Dragão.

A Fernanda seguiu com nós até o topo da montanha, foi uma subida difícil e quase impossível, mas conseguimos chegar a entrada do castelo do reino do Dragão, o suposto feitiço que havia para proteger o castelo foi quebrado e qualquer pessoa pode entrar.

Procuramos por todo o castelo e não encontramos ninguém, tentamos entrar no palácio e ele estava protegido por um feitiço que não permitia que nós entrássemos no palácio, o Ryan disse que pode quebrar o feitiço, mas poderia demorar.

Decidimos acampar do lado de fora do palácio e esperar o Ryan terminar o feitiço e então o Amin disse que poderia entrar no palácio, ele pegou uma espada e disse que mataria a Fernanda se alguém tentasse impedir ele de entrar no castelo, ele também levou o Marcos.

Segundo o velho que encontramos no meio do caminho, o jovem bruxo estava usando uma mascara e quando foi atacado por um monstro das montanhas ele não conseguiu derrotá-lo, seus guerreiros que tiveram que derrotá-lo.

Estamos acreditando que o Amin seja o jovem bruxo eu que todo esse tempo ele nos usou para chegar ao reino do Dragão sem que ninguém lhe atacasse e agora com três pessoas com ele, ele poderá mandar um para cada portal protegido pelo feitiço.

Assim de qualquer forma ele terá o cajado sagrado e assim se tornara o rei do reino do Dragão, o Ryan disse que em poucas horas consegue quebrar o feitiço da porta do palácio e assim que entrarmos no palácio. Temos que sair procurar os portais antes que eles encontrem.

Os portais estão escondidos em uma sala secreta no palácio, ninguém sabe onde eles ficam, então temos uma chance de encontrar antes deles. Agora preciso ir porque logo estaremos dentro do palácio. Boa noite.

Leia Mais…

sábado, 28 de agosto de 2010

Dia 11 de maio de 2012

Quando estávamos saindo do acampamento para enfrentar o exercito do jovem bruxo encontramos o Amin caído no meio da estrada, ele estava desmaiado, trouxemos ele para o acampamento e esperamos ele acordar.

Amin disse que foi capturado pelo exercito do jovem bruxo e depois disso foi levado até o jovem bruxo, o jovem bruxo lhe disse que não poderíamos fazer mais nada, pois eles estavam muito próximos de chegar ao reino do Dragão, Amin também disse que eles partiram logo depois de solta-lo.

Segundo Amin junto com ele havia mais 3 prisioneiros, duas meninas e um homem velho, ele não sabe quem era o homem velho e suspeita que as meninas sejam a Fernanda e a Renata. Ele também disse que o jovem bruxo mandou a sua tropa se dividir em grupos, para ficar na estrada caso a gente tentasse atacá-lo.

Com essas informações decidimos seguir para o topo da montanha e o Amin foi com a gente, quando nos aproximávamos de onde o exercito do jovem bruxo estava acampado encontramos muitos guerreiros, foi uma batalha difícil, mas conseguimos vencer.

Continuamos para tentar encontrar o jovem bruxo e nos deparamos com o segundo grupo de guerreiros, esse grupo tinha mais bruxos e foi difícil para enfrentar, tivemos muitas baixas e alguns de nós estavam feridos e tiveram que ficar pelo caminho.

Depois de muito andar encontramos o terceiro e ultimo grupo de guerreiros, havia muitos monstros e bruxos, foi uma batalha muito difícil e tivemos a maior perda de todas. O Paulo morreu no meio da batalha.

O Marcos esta se culpando pela morte do Paulo, pois ele estava muito próximo quando o Paulo foi atacado e não conseguiu evitar, ele acha que poderia ter evitado e mesmo o Ryan explicando que muitas pessoas boas morrem na guerra o Marcos continua inconformado achando que poderia ter evitado.

Seguimos a caminhada em busca do jovem bruxo, agora temos uma motivação ainda maior para acabar com ele, ele matou um de nós, ele conseguiu acordar o monstro que existe dentro de cada um de nós e não iremos para até que ele seja destruído.

Não vamos descansar essa noite, apenas fizemos uma parada para comer algo e já estamos seguindo para alcançar o exercito do jovem bruxo. Boa noite.

Leia Mais…

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Dia 10 de maio de 2012

O Marcos chegou junto com o Paulo, o bruxo da cidade das múmias e um grande exercito com guerreiros e bruxos. Daqui a pouco iremos atacar o exercito do jovem bruxo e resgatar as meninas e o Amin.

Estamos em um número alto agora e com certeza conseguiremos enfrentar o exercito do jovem bruxo e encontrar o reino do Dragão. Estamos mais fortes e recuperamos nossas energias hoje.

O bruxo da cidade das múmias disse que escolheu os melhores bruxos e que conseguiu muitos guerreiros, todos querem evitar que o jovem bruxo encontre o reino do Dragão. Agora podemos atacar o exercito do jovem bruxo sem medo.

Hoje ficamos o dia intero no acampamento arrumando as armas e armaduras, cuidando dos feridos e discutindo qual seria a melhor tática para atacá-los, decidimos que iremos seguir pelas rochas em vez da estrada e atacá-los pelos lados.

O bruxo da cidade das múmias chegou agora a noite com o exercito por isso decidimos atacar eles durante a madrugada, espero que eles não tenham ido longe e que estejam descansando no acampamento, assim temos mais chances de derrotá-los.

Preciso ir porque em breve iremos partir para atacar o exercito do jovem bruxo. Boa noite.

Leia Mais…

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Dia 09 de maio de 2012

Atacamos o exercito do jovem bruxo e acho que foi a decisão mais idiota que tomamos desde que chegamos aqui, eles tem um exercito muito superior ao nosso e estamos muito fracos, tivemos que fugir para o acampamento.

O Amin foi capturado pelo exercito do jovem bruxo e não sabemos o que fazer agora, ele que estava nos guiando e tivemos muitas baixas hoje, o Ryan fez um feitiço para proteger o acampamento, mas não sabemos se ele vai resistir por muito tempo caso a gente seja atacado pelo exercito do jovem bruxo.

O Paulo retornou a cidade das nuvens para ver se encontra o Marcos, eles estão demorando muito para chegar com o exercito e os bruxos, se eles não chegarem até amanha de noite não sei o que será de nós, caso eles resolvam atacar a gente estamos perdidos, pois não conseguiremos nos defender.

Eu estou ferido, hoje entendi o significado de uma guerra e o quanto perigosa ela é, mas vamos continuar firmes, precisamos encontrar as meninas e ajudar o Ryan a parar o jovem bruxo, ele não pode achar o reino do dragão.

Vou dormir porque estou muito mal, espero que o Paulo e o Marcos cheguem logo com o exercito e os bruxos. Boa noite.

Leia Mais…

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Dia 08 de maio de 2012

Estamos próximo ao topo da montanha e conseguimos chegar próximo ao exercito do jovem bruxo, eles estão com centenas de guerreiros e monstros, o dia foi muito agitado, muitas batalhas e tivemos algumas baixas.

O Amin conseguiu reunir alguns guerreiros e dois mágicos na cidade das nuvens, eles estão sendo muito uteis, mas hoje perdemos alguns guerreiros nas batalhas. Tivemos que enfrentar criaturas nunca vistas antes, isso esta se tornando cada dia mais perigoso.

Quando saímos da cidade das nuvens já encontramos guerreiros pelo caminho e não foi diferente até agora, estamos muito próximo do exercito do jovem bruxo e o Ryan decidiu que iremos atacá-lo no meio da madrugada.

O Marcos esta na cidade das nuvens e vai voltar para a cidade das rochas para encontrar o bruxo da cidade das múmias, ele disse que iria até a cidade dos bruxos reunir bruxos para nos ajudar na batalha.

Espero que eles não demorem, pois estamos precisando de mais gente, estamos em muito pouco para enfrentar o exercito do jovem bruxo, mas de qualquer forma iremos atacá-lo daqui a pouco.

Vou descansar um pouco porque daqui a pouco começa a maior batalha de todas. Boa noite.

Leia Mais…

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Dia 07 de maio de 2012

Chegamos a cidade das nuvens, saímos da vila dos caçadores e fomos até a vila das rochas, encontramos os amigos do Ryan e eles estão conosco nessa jornada, agora estamos em mais pessoas e mais fortes.

Hoje tivemos o nosso primeiro desafio e conseguimos vencê-lo facilmente, quando estávamos próximo da cidade das nuvens fomos atacados por guerreiros e monstros do jovem bruxo, conseguimos matá-los depois de muita luta, eles estavam em uma quantia superior a nossa, mas os guerreiros da vila das rochas são muito fortes.

O Paulo esta ferido, foi atingido por uma flecha e esta com um corte muito grande em seu abdômen, não creio que ele consiga sair dessa, foi muito grave e ele esta com o velho feiticeiro da cidade das nuvens para que ele seja curado.

Foi muito difícil a batalha, o caminho para chegar a cidade das nuvens é estreito, em meio a montanha, e quando estávamos próximos da cidade das nuvens fomos surpreendido pelo exercito do jovem bruxo.

Eles nos atacaram de todos os lados, mas graças ao feitiço que o Ryan fez para os cajados, somos superiores a eles e os guerreiros da vila das rochas são homens bravos, que não tem medo da morte e lutam até o ultimo segundo de vida.

Após passarmos pelo exercito do jovem bruxo seguimos até a cidade das nuvens, ao chegar aqui descobrimos que o jovem bruxo partiu para o topo da montanha hoje cedo, junto com ele estavam milhares de guerreiros e monstros, nossa luta será ainda pior.
Amin disse que tentaria recrutar alguns guerreiros na cidade das nuvens, mas ainda não voltou, não sei se ele teve muito sucesso, amanha saberemos. Estou indo dormir agora, pois amanha cedo iremos seguir para o topo da montanha. Boa noite.

Leia Mais…

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Dia 06 de maio de 2012

Depois de caminhar muito e ficarmos horas perdido no deserto conseguimos chegar a vila dos caçadores, não sei o que seria de nós se a gente ficasse mais um dia naquele deserto maldito.

Chegamos aqui e já vamos partir para as montanhas amanha.
Encontramos um viajante e ele disse que viu um comboio de pessoas seguindo as montanhas, pra ser mais preciso a cidade das nuvens, Ryan suspeita que seja o jovem bruxo que esta com a Fernanda e a Renata.

Antes de ir para a cidade das nuvens vamos passar na vila das rochas para chamar algumas pessoas que irão com a gente até a cidade das nuvens, segundo o Ryan são guerreiros que ele conhece e vão nos ajudar caso o jovem bruxo esteja por lá.

Amin disse que esta contente que estamos no caminho certo e que tudo esta dando certo, mesmo nos perdendo no deserto ainda conseguimos chegar a vila dos caçadores a tempo.

Não tivemos problemas para chegar até aqui, apenas ficamos andando muito no deserto, mas depois foi tranqüilo e não tivemos aventuras, o Ryan conseguiu fazer um feitiço que nos ajudou muito.

Agora preciso ir dormir, pois amanha começamos a caminhada para chegar a vila das rochas e quem sabe comece a nossa luta para conseguirmos voltar para o nosso mundo. Boa noite.

Leia Mais…

sábado, 21 de agosto de 2010

Dia 05 de maio de 2012

Nos perdemos no deserto e agora esta difícil acha para onde temos de ir, o Amin disse que não sabe onde estamos e o Ryan disse que o deserto pode ser muito perigoso caso a gente não consiga sair daqui.

Fomos atacados pelos mesmos monstros que atacaram o Paulo e não sabemos quem esta por trás disso, mas temos que tomar cuidado por onde vamos, porque podemos ser atacados a qualquer momento.

A batalha não foi difícil, mas no meio da confusão nos perdemos e agora não sabemos para onde estamos indo, era para a gente chegar hoje de noite na vila dos caçadores. Não sei como faremos para achar o caminho para a vila dos caçadores.

Estamos ficando sem água e comida, temos que nos preparar para seguir para fora do deserto amanha, não sabemos como iremos fazer para sair daqui e como iremos fazer com comida e água. Precisamos dormir. Boa noite.

Leia Mais…

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Dia 04 de maio de 2012

Estamos acampados no meio do deserto, não tem nada por aqui a não ser serpentes. Falta muito pouco para chegarmos à vila dos caçadores. Hoje saímos cedo do acampamento e fomos até o feiticeiro e ele curou o Paulo.

Quando saímos tivemos que enfrentar os monstros que estavam cercando nosso acampamento, mas não foi muito difícil, os cajados novos ajudaram muito, agora conseguimos matar eles com mais facilidade que antes.

Fomos até o feiticeiro e ele disse que esse feitiço é antigo e complexo, mas que a cura para ele era muito simples, precisava apenas de algumas plantas. Eu e o Ryan fomos procurar as plantas, mas o feiticeiro não contou que uma das plantas era viva e que teríamos que matar ela. Não foi difícil, mas a planta era muito rápida, sofremos um pouco, mas conseguimos.

Recolhemos tudo e levamos para o feiticeiro, ele amassou as folhas, raízes e plantas em um pote, misturou o sangue da planta que matamos , colocou algumas gotas na boca do Paulo e rapidamente ele acordou, ele esta bem melhor.

O feiticeiro disse que esses monstros não são comuns nessa área e que foi a primeira vez que ele ouviu sobre esses monstros aqui, ele também disse que os monstros não possuem nenhuma defesa mágica e que esse feitiço foi feito por um bruxo muito forte. Ele falou para a gente ter muito cuidado, porque alguém quer nos ver mortos.

Seguimos até o deserto e resolvemos montar o acampamento, pois este muito difícil andar de noite, por aqui não existe muitos monstros, apenas algumas serpentes. Segundo Amin nós chegaremos ainda amanha na vila dos caçadores. Então preciso dormir porque logo cedo saímos. Boa noite.

Leia Mais…

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Dia 03 de maio de 2012

Não conseguimos sair do acampamento hoje, o Paulo não melhorou, o Ryan não terminou de preparar os cajados e o Amin saiu para ver se aqueles monstros estavam por perto e eles estão cercando todo o acampamento.

Esta chovendo muito e não temos muito que fazer aqui fora esperar o tempo passar, acho que hoje o dia foi o mais chato desde que chegamos a esse mundo. O Paulo continua delirando e não sabemos mais o que fazer, o Ryan disse que não conhece esse feitiço então não sabe o que ajudaria o Paulo a melhorar.

O Amin disse que tem um feiticeiro próximo ao deserto, ele poderia saber qual o feitiço que atingiu o Paulo e até curá-lo, mas para isso teremos que enfrentar os monstros e para isso acontecer o Ryan tem que terminar os cajados.

O Ryan comentou sobre uma história, ele não sabe se é real, mas segundo alguns bruxos o Addae não morreu e ainda esta vivo, ele guarda o reino do dragão. Esses bruxos também falaram que Addae fez um feitiço para esconder o castelo do reino dos dragões e para poder encontrá-lo precisaria de um feitiço.

Toda essa história começou após um velho bruxo visitar a cidade dos bruxos procurando por um ingrediente raro para feitiços, segundo o Ryan esse ingrediente é raramente usado e apenas os bruxos muitos experientes conseguem usá-los em feitiços.

A partir disso todos começaram a acreditar que esse velho bruxo era o Addae que estava procurando ingredientes para um feitiço de busca, esse feitiço serve para localizar pessoas desse mundo, independente de onde ela esteja. Esse feitiço é tão complexo que Addae não sabia como fazê-lo quando o reino do dragão desapareceu do mapa.

Segundo o Ryan tudo isso não passa de conversa e que dificilmente seria Addae, mas existe um pouco de chance de ser real. Espero que o Ryan termine logo os cajados e que a gente possa seguir até a vila dos caçadores. Estou indo dormir. Boa noite.

Leia Mais…

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Dia 02 de maio de 2012

Estamos acampados no meio da floresta das trevas, daqui até a vila dos caçadores são mais dois dias de caminhada, acho que se o Ryan não estivesse com a gente, nós não teríamos chego tão longe como conseguimos hoje.

Sofremos muito para chegar até aqui, tivemos que enfrentar muitos monstros. Enfrentamos uns lobos novamente e foi muito fácil matar dessa vez, as armas novas são melhores e nos ajudaram muito. Enfrentamos também alguns espíritos de guerreiro antigo, segundo a lenda eles dominavam a floresta das trevas que na sua época se chamava floresta dos guerreiros, o nome ficou floresta das trevas porque todos os espíritos dos guerreiros que morreram em guerra voltaram para a floresta.

Eles só podem ser destruídos através de magia, então os cajados e principalmente o Ryan ajudaram muito nas batalhas de hoje. Parecia que eles não pensavam em nada alem de nos atacar, ficamos assustados, mas conseguimos vencer eles.

Antes de chegarmos onde é o acampamento tivemos um problema, o Paulo foi atacado por um monstro e passou mal, mas esta melhorando, agora ele esta dormindo, o Amin disse que após tomar a água que o velho sábio lhe deu ele iria melhorar depois de dormir, aquela água da muito sono pelo jeito.

A gente esta quase chegando aqui quando formos surpreendidos pro um grupo de monstros, o Amin e o Ryan não sabiam que mostro era aquele, disseram que nunca tinham visto aqueles monstros, eles eram estranhos, pareciam ter dois metros de altura, todo de rocha, suas mãos são muito afiadas, eram cinza e tinham um rugido que deixava todo mundo com medo.

O Paulo foi atingido pela mão de um deles e teve um corte muito grande na perna direita, ele esta atrás de nós e os monstros nos cercaram, ele tentou fugir para o meio das árvores, mas caiu e o mostro atacou ele antes que o Ryan conseguisse atingir o monstro com seu feitiço.

Os cajados não funcionaram tão bem com os monstros e apenas o feitiço do Ryan parecia afetar eles, o Ryan disse que isso aconteceu porque eles tinham uma defesa mágica muito forte e que assim que a gente chegasse ao acampamento ele iria melhorar nossos cajados.

Ele ainda esta trabalhando nos cajados e todos já foram dormir, menos o Amin, acho que ele nunca dorme ele sempre esta cuidando da gente. Espero que o Paulo melhore amanha caso contrario teremos que ficar mais um dia aqui, eu vou dormir agora. Boa noite.

Leia Mais…

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Dia 01 de maio de 2012

O bruxo da cidade das múmias chegou e conversamos muito sobre o que esta acontecendo, ele nos contou que ouviu rumores na cidade dos bruxos sobre um jovem bruxo ter ido ao nosso mundo para trazer pessoas para esse mundo, ninguém sabe exatamente o motivo, mas ele trouxe varias pessoas.

Esse bruxo esta na vila dos caçadores, onde acreditam ser o reino do dragão, então amanha vamos começar a longa viagem até a via dos caçadores, vamos eu, o Marcos, o Paulo, o Amin e o Ryan.

Aceitamos a ajuda do Ryan em troca iremos ajudá-lo na procura pelo reino do dragão e agora parece que nossos destinos são o mesmo, a vila dos caçadores, espero que as garotas estejam bem, pois estamos demorando muito para encontrá-las.

O bruxo da cidade das múmias não revelou seu nome e disse que esta muito preocupado com esse jovem bruxo, pois tudo de estranho que esta acontecendo nesse mundo e no nosso mundo é obra desse bruxo, ele também disse que esse jovem bruxo acabou com os anões do vale das sombras, o motivo seria algo que os anões teriam feito para atrapalhar ele na busca pelo reino do dragão.

Esse jovem bruxo é muito poderoso e temos que tomar cuidado, pois ele pode nos matar e dominar esse mundo. Acredito que seja ele que esta por trás de tudo isso. O bruxo da cidade das múmias nos disse que alguns dias atrás o jovem bruxo teria visitado as montanhas da vila do velho sábio e o Amin suspeita que tenha sido ele que nós avistamos nas cavernas.

Preciso ir dormir, pois ainda de madrugada sairemos rumo a vila dos caçadores, espero que não tenha muito problemas para chegar até lá. Boa noite.

Leia Mais…

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Dia 30 de abril 2012

Ainda estamos na cidade das múmias e o bruxo não retornou. Hoje o mercador nos apresentou um bruxo aprendiz, seu nome é Ryan e ele segue os princípios de Addae, o bruxo da cidade das múmias disse que iria lhe ensinar algumas coisas.

Conversamos muito sobre a lenda do reino do dragão e ele disse que acredita saber onde esta o reino do dragão, ele também ofereceu sua ajuda para encontrar a Fernanda e a Renata, mas em troca ajudaríamos ele a encontrar o reino do dragão.

Amin disse que pode ser muito arriscado porque existem muitas pessoas procurando o reino do dragão, então poderia acontecer uma guerra pelo reino, eu e o Paulo achamos um risco aceitável, mas o Marcos disse que não sabe se seria a melhor opção e resolveu pensar mais um pouco.

Então decidimos esperar a chegada do bruxo da cidade das múmias para dar uma resposta para o Ryan, mas seria útil a ajuda de um bruxo porque teremos muitos obstáculos na nossa jornada.

Ryan também falou que essa historia de precisar das almas das pessoas do nosso mundo para encontrar o reino do dragão é mentira, pois não ajudaria em nada, mas as pessoas de nosso mundo seriam fundamental para entrar no castelo, pois a barreira mágica não funciona com as pessoas do nosso mundo, então qualquer um teria acesso ao castelo.

Esse deve ser o principal motivo de estarem visitando o nosso mundo e trazendo pessoas para esse mundo, mas amanha conversaremos melhor com o bruxo da cidade das múmias, caso ele chegue amanha. Agora vou dormir. Boa noite.

Leia Mais…

sábado, 14 de agosto de 2010

Dia 29 de abril de 2012

Depois de muita caminhada e aventuras chegamos a cidade das múmias, nem acredito que conseguimos, encontramos o mercador da cidade das múmias e ele nos deixou passar a noite em sua casa.

O velho sábio disse que devemos encontrar um bruxo seguidor dos princípios de Kim, mas ele não esta na cidade das múmias, segundo o mercador ele foi até a cidade dos bruxos para pegar ingredientes para suas poções. O mercador disse que se quisermos esperar aqui ele deixa a gente ficar em sua casa.

Amin disse que o bruxo deve demorar uns três dias para chegar e não decidiu ainda o que vamos fazer, por nós ficamos aqui mesmo, já que o bruxo terá de voltar porque iríamos atrás dele?

Hoje o dia não foi tão assustador como ontem, saímos do acampamento em direção a cidade das múmias, encontramos algumas árvores amaldiçoadas, mas não foi problema, elas estavam calmas.

Chegamos até o acampamento dos anões e a algo estranho havia acontecido, estava vazio, não tinha ninguém lá, o Amin disse que isso é muito estranho, pois eles não costumam abandonar seu acampamento, a não ser que tenha acontecido algo muito importante.

O dia foi estranho, as coisas estavam muito fáceis e tranqüilas, será que o bruxo fez algo? Não sei o que aconteceu, mas foi melhor que correr e lutar com monstros. O bichinho do Paulo hoje começou a fazer uns barulhos estranhos, todos nós ficamos rindo dele, alem de não ter utilidade agora incomoda também.

Quando chegamos a cidade das múmias fomos muito bem recebidos pelo mercador, ele nos entregou roupa nova, comida e disse que ia prepara nossas armas para terem um resultado melhor nas batalhas.

O povo daqui tem o costume de sempre andar muito bem armado, pois em todo caminho há muitas aventuras. Amanha o mercador disse que tem uma novidade para nós, ira nos mostrar uma pessoa que pode nos ajudar nessa aventura.

Agora eu vou dormir, esses últimos dias foram muito cansativos. Boa noite.

Leia Mais…

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Dia 28 de abril de 2012

Hoje chegamos até o vale das sombras, esse lugar é muito assustador, tivemos que enfrentar diversos desafios para chegar até aqui. O Amin disse que não chegamos na metade do caminho ainda e que vai demorar para sairmos do vale das sombras.

Hoje cedo o ancião da vila dos pescadores nos contou que existem rumores sobre um velho bruxo que pretende dominar o reino do dragão, segundo esses rumores o velho bruxo precisaria de almas de pessoas do nosso mundo para conseguir localizar o reino do dragão e o castelo do rei.

Se isso acontecer o mundo deles pode estar perdido, pois esse bruxo teria controle por grande parte do mundo, tudo por causa da riqueza existente no castelo do rei, o ancião da vila dos pescadores nos pediu para encontrarmos a Fernanda e a Renata, mas que não deveríamos ir embora, pois eles vão precisar da nossa ajuda nessa batalha.

A gente saiu da vila dos pescadores e seguimos para a cidade das múmias, para chegar até lá temos que atravessar o vale das sombras, estamos no meio do vale das sombras nesse momento e foi muito difícil chegar aqui.

Tivemos que lutar contra um lobo feroz, ele nos atacou logo que entramos no vale das sombras, o Amin fez questão de carregá-lo até onde montamos o acampamento e foi a nossa janta essa noite, digamos que valeu a pena lutar com o lobo, pois sua carne é deliciosa.

Mas o lobo foi o primeiro dos monstros e o mais fácil, encontramos algumas árvores amaldiçoadas por Kim, elas lançavam espinhos e tivemos que nos proteger com os escudos e bagagem, foi muito difícil passar por elas, mas conseguimos sem ninguém se ferir.

O Paulo encontrou um animal estranho, ele parece uma bola de gelatina, ele é vermelho sangue, o Paulo não quis deixá-lo para trás e disse que vai ficar com ele até ir embora desse mundo. Não consegui encontrar uma utilidade para o pobre monstro, mas o Paulo insistiu em ficar com ele.

Encontramos também varias serpentes no meio do vale das sombras, mas nada que pudesse nos preocupar, o problema mesmo foi para ultrapassar o rio que estava cheio de monstros que atacam as pessoas.
Tivemos que construir uma canoa, ela não ficou nem um pouco bonita, mas funcionou perfeitamente, conseguimos atravessar o rio com muito sofrimento, pois tinha de ser um de cada vez.

Chegamos em lugar de mata aberta e decidimos montar acampamento aqui, mas pra frente vai ser pior, pois existe um acampamento de anões muito próximo daqui, eles são selvagens e não gostam de visitas, o Amin disse que não tem como chegar até a cidade das múmias sem passar pelo acampamento deles.

Agora vou dormir, pois o dia foi cansativo e cheio de aventuras, amanha promete ter mais aventuras ainda com os anões, então eu preciso estar com toda a minha energia recuperada. Boa noite.

Leia Mais…

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Dia 27 de abril de 2012

Hoje chegamos até a vila dos pescadores, estamos quase na metade do caminho, o caminho até aqui é tranqüilo, segundo Amin daqui até a cidade das múmias é muito perigoso.

Para descer a montanha foi muito fácil, nem parecia que havíamos sofrido tanto para subir, o caminho da vila do velho sábio até a floresta morta é mil vezes melhor que o caminho em que subimos, mas sai no outro lado da montanha, então seria muito demorado para chegarmos até a floresta morta e subirmos por lá.

A floresta morta deve ser o lugar mais deserto desse mundo, a única coisa que se encontra lá é terra e árvores secas, não existe vida por lá, segundo o velho sábio a floresta era mágica, linda, cheia de animais e de vegetação, mas muito tempo atrás um bruxo começou uma guerra para dominar q vila dos pescadores e a floresta morreu junto com as pessoas que morreram lá.

A caminhada foi muito longa, saímos da vila do velho sábio às 7 horas e chegamos agora pouco na vila dos pescadores, agora são 23 horas, caminhamos muito e quase não paramos, o Amin não que perder tempo com distrações.

O velho sábio nos deu algumas coisas estranhas, algo que parece um chocalho que serve para afastar maus espíritos, ele também nos deu alguns potes com uma água estranha, segundo ele serve para curar feridas, uma gota cura qualquer ferida no corpo.

Antes de sair da vila do sábio um jovem me deu um cajado e disse que na cidade das múmias as espadas são inúteis, o Paulo também ganhou e o Marcos ganho um arco e flecha encantado, não acredito muito nessas coisas, mas vamos ver se funciona quando precisarmos.

Quando a gente estava atravessando a floresta morta eu senti muito medo, o lugar parecia assustador, para onde você olhava tinha a mesma coisa, um monte de árvores secas e mortas, muita terra seca também, não existe grama, mato, flores, nada.

Ao chegar a vila dos pescadores o ancião da vila estava nos esperando, disse que sabe que vamos passar por situações que vão exigir muito de nós e que amanha vai conversar com nós. Não sei como ele conversou com o velho sábio, mas ele já estava sabendo de tudo.

Preciso dormir, estou muito cansado, hoje o dia foi cansativo. Boa noite.

Leia Mais…

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Dia 26 de abril de 2012

Hoje chegamos a vila do velho sábio, conversamos com ele e ele nos contou sobre a antiga lenda do mundo deles.

A lenda diz que a milhares de anos atrás existia um rei muito poderoso, ele tinha muitas terras e muito dinheiro, esse rei temia que seus inimigos invadissem o seu território e então procurou os bruxos mais fortes desse mundo e de outros mundos. Entre eles estavam Addae, Dail e Kim para protegê-lo.

O rei tinha medo que seus inimigos tentassem lhe matar para serem dono de seu reino, então o rei chamou os bruxos e pediu para eles criarem uma proteção para seu castelo, seu castelo ficava no topo da montanha mais alta do reino do dragão. Até hoje em dia não se sabe direito onde seria o reino do dragão, acreditam que seja onde hoje é a vila dos caçadores, pois lá existem diversas montanhas altas, a maioria delas com o topo acima das nuvens.

Segundo a lenda os bruxos fizeram uma barreira mágica que apenas as pessoas com o coração puro podem passa, assim não teria como os inimigos do rei e as pessoas ruins de seu reino entrassem em seu castelo. Os bruxos Addae, Dail e Kim fizeram três portais dentro do castelo, um deles manda para algum lugar no nosso mundo e os demais não se sabe para onde transporta, apenas o rei sabia. Quando terminaram de construir a proteção e os portais, o rei ordenou que Addae, Dail e Kim fossem até o nosso mundo e trouxesse uma pessoa, não se sabe que pessoa era.

Dail e Kim não se recusaram a ir e Addae foi sozinho, quando retornou o rei havia sumido, Kim estava no poder, mas não durou muito tempo, pois Dail e Kim começaram uma guerra para ver quem ficaria com o reino do dragão, Addae como era muito leal a seu rei decidiu destruir os dois bruxos. Após matar Dail e Kim ele deixou o reino do dragão para a pessoa que havia encontrado em nosso mundo.

Essa pessoa reinou por mais de dois mil anos o reino do dragão, mas em uma certa ocasião ele foi atacado por inimigos, não sabem como eles passaram pela barreira de proteção do castelo, mas eles tomaram o poder do reino do dragão e dividiram em diversas partes. Até hoje não se sabe se essa pessoa morreu ou se esta viva, mas segundo a lenda, Addae ainda estaria vivo e que seu maior desejo seria reunir o reino do dragão.

O velho sábio nos contou que não tem medo que seja Addae que esteja invadido nosso mundo, pois Addae não teria motivos para isso, mesmo que ele quisesse reunir o reino do dragão ele teria que começar por esse mundo e não pelo nosso.

O que pode estar acontecendo é que alguma pessoa que ouviu essa lenda deve estar tentando passar para nosso mundo para encontrar algum portal para o reino do dragão, pois se o rei tinha um portal do seu reino para o nosso mundo deve existir um portal do nosso mundo para o reino do dragão.

Também pode ser que alguém esteja procurando pelo rei em nosso mundo, pois as riquezas do reino do dragão são sem fim e apenas o rei sabe onde esta toda essa fortuna, também poderia ser alguém que procure pelo rei para descobrir onde esta Addae já que ele é o bruxo mais forte que existe nesse mundo.

O velho sábio falou que deveríamos ir até a cidade das múmias e que lá encontraríamos mais respostas sobre essa lenda e sobre o que pode estar acontecendo, segundo Amin chegaremos à cidade das múmias em 4 dias.

Outra coisa interessante que o velho sábio falou foi que as pessoas que procuramos estão interligadas de alguma forma, ou seja, a namorada do Paulo e a Fernanda estão interligadas, não entendemos nada, mas agora temos mais motivos para um ajudar o outro.

Amanha cedo vamos começar a descer a montanha e precisamos descansar, hoje o dia foram de novas descobertas e ainda temos uma longa jornada até a cidade das múmias. Boa noite.

Leia Mais…

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Dia 25 de abril de 2012

Estamos quase no topo da montanha, é uma subida muito cansativa, mas vale a pena. Ainda não parou de chover, mesmo com muita chuva decidimos subir, pois estamos perdendo muito tempo.

O Paulo parece mais animado agora, o Marcos esta bem melhor e o Amin esta otimista sobre a nossa subida, hoje não tivemos muitas dificuldades como nos outros dias, foi tudo tranqüilo. Única coisa complicada foi convencer o Paulo a subir, ele estava com muito medo.

Montamos acampamento próximo ao topo da montanha, amanha cedo terminamos o pequeno trecho de caminhada para chegar a pequena vila onde o velho sábio mora, precisamos conversar com ele e descer toda a montanha para poder seguir até onde a Fernanda se encontra.

Hoje o conversamos muito com o Paulo e ele disse que a pessoa que sumiu é a sua namorada, o nome dela é Renata, ele tem 14 anos e a namorada dele também, ele disse onde mora e é longe da nossa cidade.

Ele estava contando que estava andando na rua e encontrou um menino caído no chão, ele foi conversar com esse menino e ele pediu algumas coisas para ele, depois de fazer o que o garoto tinha pedido o garoto deu um pacote com um pó para ele e disse que era pra ele usar quando mais precisasse. O menino também disse que não era para ele contar nada para ninguém, mas o Paulo contou para a sua namorada e ela sumiu, exatamente como aconteceu com a Fernanda.

O Amin disse que existem diversos portais fixos desse mundo para o nosso e que não existe nenhum do nosso para esse, a única forma de vir para este mundo é usando de magia, coisa que apenas os grandes bruxos sabem fazer, hoje existem apenas 4 bruxos com esse poder.

Ele também disse que não sabe o motivo de visitarem nosso mundo, ainda mais quando é proibida a passagem de um mundo para o outro sem autorização, por isso não existem portais fixos do nosso mundo para o dele. Outra coisa que ele contou foi que o velho sábio a muito tempo tinha lhe contado uma lenda desse mundo.

A lenda diz que a milhares de anos atrás existia um rei muito poderoso, ele tinha muitas terras e muito dinheiro, esse rei temia que seus inimigos invadissem o seu território e então procurou os bruxos mais fortes desse mundo e de outros mundos. Entre eles estavam Addae, Dail e Kim para protegê-lo.

O Amin disse que não se lembra de toda a lenda, mas que certamente o velho sábio ira nos contar. Tenho que descansar porque amanha iremos conversar com o velho sábio. Boa noite.

Leia Mais…

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Dia 24 de abril de 2012

Hoje acordamos com muita chuva e decidimos não subir até o topo da montanha, não sei se foi uma boa decisão, mas o Amin sabe o que devemos fazer. Encontramos alguns ladrões tentando achar um lugar para passar o dia até o tempo melhorar, nós tivemos que lutar com eles.

Eles pensaram que estavam enfrentando algumas crianças indefesas, mas mostramos para eles como que os homens lutam, eles correram para o outro lado das montanhas, já não sei se aqui ainda é seguro, eles podem voltar com mais homens.

O Marcos esta melhorando, já conseguiu andar hoje, se ele não tivesse melhorado, não sei o que seria da gente quando os ladrões apareceram, não iríamos conseguir sem ele. O Amin disse que caso os ladrões voltem teremos que sair o quanto antes daqui.

As chuvas estão cada vez mais fortes e se os ladrões voltarem teremos de subir com o tempo ruim, o que pode ser muito difícil e perigoso, mas não podemos nos precipitar, temos que tomar a melhor decisão, conversamos com o Amin e ele disse que era bom a gente trocar de caverna para os ladrões não acharem a gente.

Decidimos subir um pouco até outras cavernas, foi muito perigoso, estava chovendo muito e tinha muita lama e pedras caindo a todo o momento, lembro que em muitos momentos eu queria voltar porque não tinha como subir, mas o Amin nos ajudou e conseguimos chegar as cavernas superiores.

Quando entramos na caverna tivemos uma surpresa, havia um homem nelas, seu nome é Paulo, ele disse que é do mesmo mundo que nós e que estava nesse mundo a 60 anos, descobri uma coisa incrível, nós envelhecemos muito pouco nesse mundo, pois o Paulo aparenta ter seus 20 anos ainda, deve ser porque nossa idade esta de acordo com o nosso mundo e lá o tempo é mais lento.

O Paulo conto sua historia e ela é muito parecida com a nossa, a única diferença que ele desistiu de procurar a pessoa que havia desaparecido de seu mundo, ele não quis contar quem era, mas nós não iremos descansar enquanto não encontrarmos a Fernanda e voltarmos para nosso mundo.

Perguntamos se ele queria nos seguir e tentar voltar para nosso mundo com a gente e ele disse que sim, acreditamos que tenha sido a mesma pessoa que raptou a Fernanda e a pessoa que o Paulo não diz que é.

Esta ficando tarde e precisamos descansar porque amanha vamos subir mesmo que continue chovendo, o Amin disse que pode ficar mais perigoso, pois estamos em mais pessoas e cada um tem que cuidar de todos para que nada aconteça. Espero que a gente chegue logo ao topo da montanha. Boa Noite.

Leia Mais…

sábado, 7 de agosto de 2010

Dia 23 de abril de 2012

Estamos próximos de chegar ao topo da montanha, o dia foi muito perigoso desde que saímos da vila, esta chovendo muito e acredito que amanha chegaremos ao topo da montanha para conversamos com o velho, cada dia nesse mundo é uma surpresa nova, não consigo imaginar o que esta acontecendo no nosso mundo.

Hoje quando saímos da vila encontramos muita dificuldade para chegar a base da montanha, tivemos que atravessar uma floresta sombria, cheia de monstros, eles pareciam como macacos, mas eram maiores e eram cinza.

Tentamos passar sem enfrentar nenhum, mas eles nos atacaram e tivemos que correr para próximo da montanha, não tinha como atacá-los, eles estavam em uns 30 monstros, o Amin disse que eles não costumam atacar as pessoas, mas ultimamente seu mundo anda muito estranho e o nosso também, segundo o Amin talvez o velho da montanha possa saber o porquê de todas essas mudanças.

Quando chegamos à base da montanha chovia muito, é difícil caminhar aqui quando chove, tem muita lama e é muito escorregadio. Na montanha não existem muitas criaturas, pois não tem água e não tem arvores, é apenas um monte de terra e pedra, mas mesmo assim existem ladrões que costumam se esconder nas cavernas das montanhas.

Encontramos duas pessoas saindo das cavernas, não conseguimos conversar com eles, acho que eles não escutaram a gente, o Amin disse que não é normal isso, pois as cavernas são os melhores esconderijos para os ladrões e eles não pareciam ser ladrões.

Falando nisso o Amin disse que já foi ladrão e que conhece muito bem as redondezas da vila, pois vivia se escondendo das pessoas quando era ladrão, ele disse que isso foi a muito tempo e que hoje em dia ele trabalha ajudando as pessoas a chegarem em locais de difícil acesso, acho que posso confiar nele, ele esta nos ajudando muito.

O Marcos esta machucado, o que dificulta para chegarmos ao topo da montanha. A gente estava subindo pelas rochas e estava muito liso por causa da chuva e da lama, o Marcos estava com muitas dificuldades para subir e caiu, ele machucou a perna e tivemos que descer para pegar ele, mas conseguimos subir de novo. Quando estávamos passando por uma estrada estreita que contorna a montanha até as cavernas caiu varias pedras e uma delas quase acertou a gente.

Pode não existir muitos monstros na região da montanha, mas existem muitos desafios a serem vencidos, não sei como chegaremos ao topo, pois estamos posando nas cavernas, para subir das cavernas ao topo não existem estradas e nem trilhas.

O Amin disse que seria melhor deixar o Marcos aqui nas cavernas com água e comida para a gente subir ao topo o quanto antes, na volta passaríamos pelas cavernas e levaríamos o Marcos até a vila para que possam cuidar dele, mas não vou abandonar meu amigo.

Esta chovendo muito forte e toda hora escuto pedras caindo, a montanha é muito assustadora, não sei se terá como continuar a subida amanha se continuar chovendo assim, agora preciso dormir, estou muito cansado. Boa noite.

Leia Mais…

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Dia 22 de abril de 2012

Hoje o dia foi muito estranho e estou começando a ficar preocupado, o Marcos me disse que hoje no colégio ele contou para nossa amiga Fernanda tudo que aconteceu ontem, a velha tinha avisado que não podia contar para ninguém. Deve ser por isso que aconteceu tudo isso hoje.

Hoje de tarde a Fernanda pediu para a gente mostrar para ela a caixa e a carta, porque ela não tinha acreditado na história que o Marcos contou, decidimos ir até nosso esconderijo pegar a caixa e levar na casa do Marcos para ela ver.

Mas no meio do caminho encontramos o mesmo lobo de ontem e ele falou que a Fernanda estava em perigo, que coisas ruins podiam acontecer com ela por saber da história, o Marcos não devia ter contado para ela.
Desistimos de pegar a caixa e voltamos para a casa do Marcos para ver se a Fernanda estava bem, quando chegamos lá ela tinha sumido, tinha apenas um bilhete dizendo que devíamos ir para o parque e procurar por um senhor de bengala para descobrir como poderíamos encontrar a Fernanda.

Fomos ao parque e tinha um senhor com uma bengala sentada nos bancos, quando a gente estava chegando perto dele apareceu outras pessoas e seguraram a gente, ele disse que a Fernanda sabia de toda a história e que para ela não contar para ninguém ele teria de levar ela embora.

Falei que ele não podia levar ela embora, que a mãe dela iria perguntar se a gente sabia e teríamos que contar tudo para ela, assim todas as pessoas no mundo iriam saber de suas histórias. Ele disse que se algum de nós contasse para alguém ele iria sumir comigo e com o Marcos.

De repente aquela fumaça voltou e ele sumiu, eu e o Marcos procuramos por todo o parque e não encontramos ele, decidimos voltar ao esconderijo desenterrar a caixa e tentar falar com a velha ou o lobo para nos ajudar. Desenterramos a caixa e quando abrimos tinha um frasco com um líquido estranho dentro, tomei um gole e o Marcos tomou outro.

Tudo começou a ficar estranho, as coisas estavam girando e de repente entramos em um túnel, começamos a viajar pelo universo, o túnel nos levou para outro mundo estranho, tudo era bem diferente do nosso mundo, as pessoas eram menores e pareciam gelatina, elas tremiam muito quando andavam.
Conversamos com algumas pessoas sobre o que tinha acontecido e falaram para a gente ir conversar com um velho no topo da montanha, decidimos ir falar com ele e quando a gente se preparava para sair encontramos com o Amin, ele é um garoto da vila.

Ele disse que ia se juntar a nós porque existem muitos monstros no caminho para o topo da montanha, ele deu uma espada para mim e um arco e flecha para o Marcos, ele também nos contou que o tempo passa mais rápido nesse mundo do que no nosso mundo, um ano aqui é um dia no nosso mundo.

Decidimos ir para o topo da montanha amanha cedo, pois é muito perigoso para viajarmos de madrugada nessas terras, preciso ir dormir porque amanha o dia vai ser repleto de aventuras e descobertas, precisamos encontrar a Fernanda e descobrir o que esta acontecendo. Boa noite.

Leia Mais…

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Dia 21 de abril de 2012

Para quem estiver lendo, este é o meu diário, meu nome é Rafael, tenho 11 anos e decidi escrever sobre as coisas que acontecem no meu dia-a-dia, todos os dias vou escrever tudo que aconteceu de importante, hoje estou muito feliz, pois fiz 11 anos e ganhei muitos presentes, uma bicicleta, uma bola, um skate, um vídeo-game, mas o melhor foi o diário que ganhei do meu avô.

Sei que isso pode parece ultrapassado para o ano em que estamos, mas sei que vou escrever muita coisa aqui e que daqui muito tempo alguém vai ler, espero que demore muito e que tenha muitas coisas para ler. Alguém vai saber tudo que fiz e tudo que aconteceu em minha vida, mas espero que demore muito para alguém ler.

Hoje o dia foi muito estranho, tudo começou quando o Marcos chegou aqui e a mãe pediu para eu ir ao mercado perto de casa comprar algumas coisas para o aniversario, saímos de casa e estávamos andando na rua e conversando, decidimos pegar um atalho pelo meio de um parque e de repente o Marcos tropeçou em uma caixa.

Ela estava metade enterrada no chão, nós desenterramos e abrimos ela, tinha uma carta de uma senhora para alguém, não sei para quem é, mas enquanto líamos a carta começou a sair uma nuvem de fumaça da caixa e a gente não conseguia enxergar nada. O Marcos começou a gritar de medo, mas eu não.

Começamos a caminhar tentando sair do parque e começamos a escutar uma voz de uma velha, paramos de andar e a senhora da carta estava na nossa frente, perguntando por que tínhamos lido a sua carta. Eu e o Marcos tentamos correr, mas a senhora apareceu na nossa frente e disse que tínhamos que fazer três coisas para ela voltar para a caixa.

Disse que precisava ir ao mercado e não tinha tempo para fazer as coisas, mas ela disse que se eu fizesse tudo certinho ela me dava tudo que eu precisava para o aniversario. Conversei com o Marcos e decidimos fazer o que a velha queria.

A primeira tarefa era colher umas folhas de uma árvore que tem no parque. A árvore ficava do outro lado do lago, contornamos o lago pelo meio do bosque e quando chegamos a árvore estava lá, somente ela sem nenhuma árvore ou planta ao seu lado.

O Marcos subiu na árvore para pegar a folha, mas quando estava em seus galhos ela jogou o Marcos no chão e perguntou o que a gente queria, fiquei muito assustado, mas sou corajoso e falei para ela que a senhora queria uma folha dela, a árvore disse que para subir em seus galhos e pegar a folha tinha de ser muito corajoso e não podia sentir medo, se não ela jogaria a pessoa lá de cima, como tinha feito com o Marcos.
Então eu subi na árvore e consegui pegar a folha, não senti nem um pouco de medo, pois eu sou muito corajoso.

A segunda tarefa era voltar e pegar a carta da senhora e dobrar a carta com a folha dentro, voltamos para o outro lado do lago, a carta estava no chão ao lado da caixa, peguei a carta e coloquei a folha no meio, toda vez que eu dobrava a carta a folha caia, o Marcos teve uma idéia e conseguiu dobrar a carta com a folha no meio.

A última tarefa era enterrar a caixa com a carta onde ninguém conseguisse encontrar, porque se alguém encontrasse a velha iria voltar com novas tarefas para a gente, conversei com o Marcos e lembramos onde era o nosso esconderijo.

Mas para chegar lá é difícil, tem muitos desafios, mas conseguimos chegar no esconderijo e enterramos a caixa com a carta atrás da casinha do cachorro do seu João, ninguém vai achar essa caixa nunca.
Voltamos ao parque e a velha havia sumido, não sabia o que fazer a festa já ia começar e eu não tinha comprado as coisas para a mãe e a velha também não cumpriu o acordo, resolvemos ir para a casa contar tudo para a mãe.

Quando a gente estava na esquina de casa apareceu um lobo e ele tinha uma sacola na boca, ele colocou a sacola no chão e falou que toda vez que a gente precisasse de ajuda era para lembrar da senhora e da carta, que ele viria nos ajudar, mas a gente não podia contar nada para ninguém, por isso estou escrevendo no diário. Na sacola tinha tudo que minha mãe pediu, era a parte do acordo que a velha tinha prometido, agora posso confiar nela sempre que eu precisar.

Entregamos tudo para mãe e ela fez um bolo muito gostoso, a mãe não sabe fazer bolo e tenho certeza que o bolo ficou muito bom porque os ingredientes eram da velha e não do mercado, mas a mãe não pode saber disso.

A festa foi muito legal e ganhei muitos presentes, todos meus amigos estavam lá, foi muito divertido, esse foi o melhor aniversario de todos, esse foi o melhor dia da minha vida, mas agora vou dormir, porque já são duas horas da madrugada e tenho aula amanha cedo. Boa noite.

Leia Mais…

Quem sou eu

Minha foto
Dae Galera Meu nome é Thiago, mas alguns loucos me chamam de Ramone, sabe Deus porque...
Ocorreu um erro neste gadget